10 dicas, para se tornar mestre no Instagram!
13 de janeiro de 2017
Permissões dos aplicativos no Android
9 de março de 2017

Saiba como ajustar as configurações de segurança do Facebook

 

Você tem sua conta no Facebook há alguns anos. E talvez até tenha configurado adequadamente todas as opções de privacidade, tomando decisões cuidadosas. Mas você abriu as configurações desde então? Ou ainda foi desses que simplesmente voou pelas opções prometendo a si mesmo dar mais atenção posteriormente? Em qualquer um dos casos, esse post é para você.

O Facebook muda suas configurações de privacidade regularmente (alguns dizem que isso é feito com frequência demais). Por isso que faz sentido verificar de tempos em tempos por qualquer opção nova ou alterada. Neste post, explicaremos as configurações de segurança de maneira detalhada.

Configurações de segurança:
Existem duas formas de chegar nessa aba. A mais rápida é clicar no ícone com um globo no lado superior direito (normalmente, você usa esse botão para visualizar suas últimas notificações), escolha Configurações. A outra maneira é na seta apontando para baixo próxima ao globo e depois Configurações aparecerá na lista.

Dentro de configurações, escolha a aba Segurança. Aqui você verá uma lista de funções que ajudam a proteger sua conta. Se você quiser ler as descrições detalhadas de cada, clique em Editar.

1

O que todas essas coisas significam?

Alertas de login. O Facebook armazena uma lista de computadores, dispositivos e navegadores que você normalmente usa para entrar em sua conta. Ative os alertas para permitir que a mídia envie notificações para seu e-mail a qualquer momento que detecte login em um dispositivo novo você será alertado se alguém indesejado se logar em sua conta. Se isso ocorrer, mude sua senha. Recomendamos que ative essa função.

2

Aprovações de Login. É a autenticação de dois fatores. Depois de habilitar essa função, você receberá um código por SMS, e você precisará digitá-lo juntamente com sua senha. Às vezes pode ser um pouco inconveniente, mas vale à pena pela paz de espírito. Recomendamos!

Aqui você pode obter 10 códigos de “emergência” de uso único. Eles serão úteis caso você não possa receber uma mensagem de texto. Por exemplo, se você tiver perdido seu smartphone e queira alterar sua senha – o que não será possível sem seu celular. Será em momentos como esses que ficará feliz de ter definido esses códigos.

3

Gerador de Códigos. Com essa função você pode usar códigos do Facebook mobile app no lugar de SMS, ou de outro aplicativo de sua escolha. Se você já usa um bom gerador de códigos (por exemplo, o Google Authenticator) por que não conectá-lo ao Facebook também?

Usar ou não é com você. Mas recomendamos que você pelo menos teste.

4

Senha de aplicativos. Você precisará dessa opção se for usar sua conta do Facebook para acessar algum aplicativo terceiro, se a autenticação de dois fatores para sua conta estiver habilitada, e essas duas funções não se derem bem uma com a outra. Você pode obter aprovações de login para cada aplicativo. Você pode ler mais sobre isso aqui.

5

Chave pública. Nessa aba, você pode publicar sua chave pública de OpenPGP. Caso você o faça, a chave será exibida nas suas informações de conta. A partir disso, seus amigos podem utilizá-la para enviar mensagens criptografadas – então se as mensagens caírem nas mãos erradas, nenhum remetente que não seja o escolhido conseguirá ler.

Veja só como funciona. Você recebe duas chaves – pública e privada. Seus amigos e conhecidos usam sua chave pública para codificar a mensagem enviada para você. Ao receber esse tipo de mensagem, você usa seu código secreto para desbloqueá-la. Isso é chamado de criptografia assimétrica – criptografar mensagens com uma chave e desencriptá-las com outra.

6

Não é muito conveniente, mas funciona. Mesmo que alguém hackeie seu e-mail, essa pessoa não conseguirá ler suas correspondências desde que você seja o único em posse de sua chave privada.

É aqui também que você pode ativar a opção de permitir que o Facebook criptografe qualquer e-mail que enviem para você.

Seus contatos de confiança. Aqui pode-se escolher outros usuários que poderá pedir ajuda caso perca acesso a sua conta. Você poderá entrar em contato com eles e pedir uma senha de uso único. Ao digitá-la seu acesso será restaurado. Aqui há uma explicação detalhada de como tudo funciona.

Tenha em mente: A segurança de sua conta depende de seus contatos, então escolha com sabedoria.

7

Dispositivos Reconhecidos. Essa é a lista de navegadores e aplicativos que você costuma usar para acessar o Facebook. Ao se conectar a uma mídia social de um desses dispositivos, o Facebook não enviará um alerta de login.

Inclusive, não esqueça de limpar essa lista de vez em quando. E não deixe de fazê-lo se perder um de seus dispositivos.

8

Onde você está conectado. Essa configuração útil permite verificar em quais dispositivos você está logado no Facebook. Você usou a mídia social no PC de um amigo e esqueceu de desconectar? Ou pior, em um computador público na biblioteca? Identificou uma sessão que você não iniciou? Feche todas e mude sua senha.

9

Contato herdeiro. O contato herdeiro trata-se de alguém que cuidará da sua página caso você morra: escrever uma publicação fixa no seu perfil, responder novas solicitações de amizade ou atualizar sua foto de perfil. Essa pessoa não conseguirá publicar como se fosse você. Aqui tem um pouco mais sobre isso.

10

Desativar sua conta. Se você quiser dar um tempo do Facebook, você poderá desativar sua conta temporariamente. Suas publicações serão ocultadas, mas você será capaz de ir e vir quando quiser, simplesmente logando-se novamente.

11

(Você também pode deletar o Facebook permanentemente, mas essa opção não está disponível em Configurações, aqui está o link secreto para isso.)